​Ex-deputado de Franca, Airton Sandoval tem chance real de se tornar Senador

Airton é suplente do senador Aloysio Nunes, que pode substituir Serra em Relações Exteriores

Postado em: em Política

O ano de 2017 será um ano histórico para a política francana: depois de empossar um prefeito do DEM que não imagina vencer as eleições de outubro, e ver um suplente de deputado do PSDB ser alçado ao cargo de deputado federal, a cidade e a região podem ter mais uma notícia positiva: o ex-deputado federal Airton Sandoval Santana, peemedebista histórico, deverá ganhar a vaga de Senador da República.

Airton Sandoval pode chegar à vaga pela dança das cadeiras que em Brasília, tirou – por alegados motivos de saúde – o Ministro das Relações Exteriores, o tucano José Serra. Embora tenha pedido demissão por motivos de saúde, já ontem, Serra retomou sua vaga de Senador por São Paulo.

A saída de Serra abriu a perspectiva para o francano Airton Sandoval Santana, porque o mais cotado para assumir as Relações Exteriores no governo Temer é o Senador Aloysio Nunes Ferreira, o outro senador paulista no Congresso. É de Aloysio que Airton Sandoval é suplente desde que o tarimbado político foi eleito em 2014.

Mas a garantia de que Aírton Sandoval chega ao Senado ainda não é de 100%. Ocorre que o suplente de Serra, que deixou ontem o senado, o também tucano José Aníbal, também é cotado para assumir o Palácio do Itamaraty, sede do Ministério das Relações Exteriores.

Como José Aníbal é forte politicamente no PSDB e Airton Sandoval é do PMDB e só participou da chapa como suplente por acordo político na eleição de Alckmin, tem mais cacife e apoio ser o indicado do presidente Michel Temer.

Suplente de Serra, José Aníbal é um dos tucanos mais próximos do peemedebista Michel Temer, que já defendeu que ele assuma qualquer cargo na Esplanada dos Ministérios. 

Entretanto, uma notícia veiculada ontem à noite deu novo alento às expectativas francanas: o PSDB levou ao Presidente Michel Temer, o nome de Aloysio Nunes como indicado do partido para substituir José Serra. A decisão deve sair nas próximas horas. 

Carreira

Airton Sandoval Santana era contador de inúmeras Prefeituras da região no início dos anos 1970. Candidato a vereador em 1972 pelo então MDB, não conseguiu se eleger, ficando na suplência de Milton Baldochi. 

Mas a sorte virou em 1974 quando o Brasil teve eleições praticamente livres e os ventos da oposição varreram inúmeros caciques da política nacional.

Airton Sandoval foi eleito deputado federal por Franca, enquanto Milton Baldochi foi eleito deputado estadual e Orestes Quércia foi eleito para o Senado, vencendo Carvalho Pinto.

Depois disso, Airton Sandoval foi eleito mais quatro vezes e na quinta ficou na suplência, tomando posse exatamente na vaga de Ulysses Guimarães, quando da morte deste.

Em 1996 disputou a Prefeitura de Franca e ficou em quinto lugar, perdendo para Gilmar Dominici, Gilson de Souza e Joaquim Pereira Ribeiro.

Era suplente do candidato a senador Orestes Quércia quando este teve a recaída do câncer. 

Num acordo com o candidato Geraldo Alckmin, Quércia desistiu da candidatura em favor de Aloysio Nunes Ferreira, mas emplacou o nome de Airton Sandoval como suplente de chapa.

Nos últimos quatro anos Airton Sandoval foi Oficial de Gabinete do então prefeito Alexandre Ferreira, com grande influência nas decisões do governo municipal.


Artigos Relacionados